Acadêmicos de Engenharia Ambiental realizam visita à Estação de Tratamento em Alvorada d’Oeste

No último final de semana, acadêmicos do 5º período de Engenharia Ambiental da UNEOURO realizaram uma visita técnica ao Serviço Autônomo de água e Esgoto – SAAE do município de Alvorada do Oeste, em atividade promovida pela disciplina de Saneamento Básico.

A visita técnica teve por objetivo principal conhecer a estrutura física de coleta e transporte da Estação de Tratamento. Além disso, os acadêmicos conheceram a forma de tratamento, procedimentos, técnicas e particularidades que o sistema utiliza e dispõe.

Segundo a Coordenadora de Engenharia Ambiental, Raíssa Ferreira, a visita técnica proporcionou aos discentes conhecer o tipo de estrutura física e de funcionamento tanto de uma Estação de Tratamento de Esgoto quanto o de uma Estação de Tratamento de Água, sendo de fundamental importância para o entendimento, conhecimento, necessidade e aplicação técnico e prático dos acadêmicos.

“Os acadêmicos puderam perceber e conhecer na prática as dificuldades, necessidades e desafios relacionados a disposição física, organizacional, funcional e orçamentária do sistema, como também as formas de tratamento e soluções destinados aos recursos água e esgoto, conforme a exigência e especificidades em cada estação”, ponderou Raíssa.

“Este tipo de atividade é fundamental para estes futuros engenheiros ambientais. Tivemos aqui uma mostra completa daquilo que é trabalhado em sala”, finalizou a Coordenadora de Engenharia Ambiental da UNEOURO.

Acadêmicos dos Cursos de Administração e Ciências Contábeis realizam visita à Indústria de Alimentos

Os Acadêmicos do 1º período dos Cursos de Administração e Ciências Contábeis realizaram no mês de junho, uma Visita Técnica à Indústria de Alimentos Rical Rack, como critério de fixação do conteúdo apresentado na disciplina Teoria Geral da Administração – I, ministrada pelo professor José Alaôr Dalapria Júnior. Na ocasião foram acompanhados pelo Gestor de Vendas Sr. Juliano Sevilha.

 

A visita teve como principal objetivo proporcionar aos acadêmicos da UNEOURO uma experiência prática visando a facilitação da assimilação dos conceitos apresentados em sala, proporcionando o enriquecimento do senso crítico e maior segurança na tomada de decisões, características estas que lhes ajudarão a ter um lugar de destaque no mercado de trabalho. 

 

Professor José Alaôr Dalapria explica que através desta atividade os acadêmicos puderam vivenciar a importância da utilização de processos de transformação bem estruturados. “Os acadêmicos puderam observar que os procedimentos quando bem estruturados, aliados à tecnologia de ponta e planejados estrategicamente, possibilitam à organização efetividade e aumento de sua participação no Mercado”, ponderou.

 

Dalapria ainda agradeceu à empresa que recepcionou os acadêmicos da UNEOURO.  “À Indústria Rical Rack nossos agradecimentos por estar sempre abrindo as portas aos acadêmicos da UNEOURO, possibilitando o aprendizado através da observação e facilitando, desta forma, a analogia entre teoria e prática, fator este que agrega maior valor à formação acadêmica”, concluiu.

Acadêmicos de Engenharia Civil da UNEOURO inovam em pesquisa sobre o concreto

No encerramento da disciplina de “Materiais de Construção I” com os alunos do 5º Período de Engenharia Civil da UNEOURO, ministrada pelo Prof. Maycon Del Piero, foram apresentadas pesquisas realizadas pelos acadêmicos sobre o uso do concreto civil e algumas propostas inovadoras de uso deste material na construção civil.

Com um total de 7 grupos, as pesquisas apresentadas pelo acadêmicos de Engenharia da UNEOURO foram altamente diversificado, como o uso de fibra ótica para gerar um concreto translúcido, o uso de materiais dentro da mistura do concreto como isopor e borracha, e até mesmo uma pesquisa sobre uma bactéria que adicionada ao concreto preenche as trincas que vierem a surgir.

Maycon Del Piero explica o objetivo da atividade. “É muito importante esse tipo de trabalho para os acadêmicos, principalmente por estarem adentrando a segunda metade do curso de Engenharia Civil, com isso a gente incentiva o acadêmico a pesquisar novas soluções que vão surgindo e o mais importante, dar a oportunidade deles testarem essas pesquisas, e graças ao laboratório existente na faculdade isso é possível”.

Del Piero também explica que as pesquisas continuarão a serem desenvolvidas. “O objetivo é que estas pesquisas gerem trabalhos ainda mais elaborados para que futuramente sejam apresentados em salões científicos”, finalizou.

Projeto “Livro Encantado” de acadêmicos de Pedagogia doa livros e promove a leitura para crianças

Os acadêmicos do 5º Período de Pedagogia da Faculdade UNEOURO concluíram na última semana o Projeto “Livro Encantaddo”, desenvolvido como atividade da disciplina de Literatura Infantil, ministrada pela Profª Izabel Borges e com a duração de 2 meses de ação monitorada nas creche Disneylândia e na escola Fernão de Azevedo, em Ouro Preto do Oeste.

O Projeto “Livro Encantado” consistiu em diversas ações do alunos tendo como principal objetivo estimular o hábito da leitura em crianças de todas as faixas etárias. Dentre as ações promovidas pelo acadêmicos da UNEOURO, destacou-se a arrecadação de livros em pontos de coleta distribuídos em bancos, supermercados, escolas, empresas e postos. No total, mais de 350 livros foram doados pela população e entregue às duas escolas ouropretenses.

Como encerramento do Projeto “Livro Encantado”, foram entregue todos os livros para o acervo da biblioteca das duas escolas e também apresentadas nos dois colégios peças teatrais com roteiro retirado de contos infantis e encenadas pelos próprios acadêmicos da UNEOURO.

A Professora de Literatura Infantil, da graduação de Pedagogia da UNEOURO, Izabel Borges, elogiou o empenho de todos os alunos e o sucesso do Projeto. “O hábito da leitura é condição fundamental para o aprendizado. Para isso deve haver estímulo à leitura desde o início da vida escolar, mas também um hábito que deve ser estimulado também em casa. Por isso que o “Livro Encantado” foi tão certeiro em seus objetivos. Trabalhamos pedagogicamente com as turmas a importância da leitura e também com a comunidade por meio dos pontos de doação. Os acadêmicos estão de parabéns”, arremata.

Colégio UNEOURO participa pela primeira vez da Olimpíada Brasileira de Matemática

O Colégio UNEOURO, na manhã desta terça-feira (6), aplicou as provas da Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM) para alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio, que tiveram em torno de 2 horas para a resolução da prova.

Este ano marca a primeira participação da instituição na ação desenvolvida pra alunos de todo o Brasil.

De acordo com a Diretora do Colégio UNEURO, Profª. Maria José, “É mais uma ferramenta pedagógica importante para avaliar o conhecimento matemático de nossos alunos. Pelo que observamos das provas, os níveis de aprendizado que aferimos na OBM estão muito bons, proporcionando uma avaliação metódica do conhecimento adquirido”, analisou.

 

A OLIMPÍADA – A Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM) realizada desde 1979, é uma competição dedicada aos alunos brasileiros ou de escolas e universidades brasileiras das redes pública e privada desde o 6º ano do ensino fundamental até estudantes universitários em nível de graduação.

A OBM é uma iniciativa conjunta do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa) e da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM) e conta com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI), da Secretaria de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social (Secis), do Ministério da Educação (MEC) por intermédio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), da Academia Brasileira de Ciências (ABC) e do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Matemática (INCT-Mat).

A partir da edição de 2017, a OBM passa a ser integrada juntamente com a OBMEP (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas), com o objetivo de racionalizar a utilização dos recursos financeiros e humanos, bem como tornar mais eficientes os esforços pela divulgação e estímulo da matemática no Brasil. A OBMEP, até então, contemplava apenas os alunos da rede pública mas, com a integração, passou-se a contar, também, com a participação de discentes de instituições de ensino privadas. Estas mudanças coincidem com a instituição do Biênio da Matemática no Brasil (2017/2018).

“Feira das Vitaminas” na UNEOURO aborda a importância da boa alimentação

Acadêmicos dos cursos de Enfermagem (1º período) e Farmácia (1º período), orientados pelo Prof. Jhonatan Morandi de Oliveira, apresentaram na praça de alimentação da Faculdade UNEOURO, “A Feira das Vitaminas”, que consistiu em trabalhos com temas pré-estabelecidos sobre sais minerais e vitaminas encontradas nos alimentos.

Além da exposição dos temas abordados, os acadêmicos distribuíram em pequenas porções, alimentos aos visitantes, correspondentes aos temas tratados evidenciando a quantidade adequada para cada refeição e sua respectiva importância para as necessidades nutricionais diárias.

Jhonathan Morandi, Professor responsável pela atividade, explica que o objetivo da ação foi aproximar os acadêmicos e a comunidade de uma reeducação alimentar que proporcione uma vida mais saudável.

“A feira das vitaminas proporcionou um conhecimento mais amplo sobre a importância de uma alimentação equilibrada e os malefícios e benefícios trazidos pela carência, deficiência e dosagem correta dos sais minerais e vitaminas existentes nos alimentos”, analisa.

Morandi ainda ressaltou a relevância do tema na formação dos acadêmicos de Enfermagem e Farmácia. “Tendo em vista que os profissionais destes cursos estão altamente correlacionados à necessidade de uma saúde humana equilibrada, os temas abordados obtiveram grande relevância acadêmica”, finalizou Prof. Jhonathan.

 

 

Hábitos de Higiene Pessoal é tema de atividade lúdica no Colégio UNEOURO

Alunos da professora Yara Prisicila, da Educação Infantil Pré I do Colégio UNEOURO, tiveram em sala de aula uma atividade lúdica tendo como tema “Hábitos de Higiene Pessoal”.

De acordo com a professora responsável pela turma, o objetivo da atividade, além de educar crianças com questões básicas, mas também já iniciar com os alunos conceitos como saúde, prevenção de doenças, prevenção de cáries, etc.

“A escola tem a função de reforçar a importância das práticas de higiene corretas justamente porque são crianças ainda muito novas e que precisam entender os porquês das rotinas de higiene pessoal. Para isso, temos que utilizar toda uma metodologia adequada para conseguir fixar a atenção deles”, explica a Professora Yara. 

Yara ainda reforçou que além de reforçar os hábitos de higiene das crianças, a atividade também é de suma importância pois são temas que serão recorrentes não só na fase escolar, mas em toda a vida. “Cuidar da própria saúde não é algo que é importante apenas para crianças, mas para todos nós, em todas as fases da vida”, finalizou Yara.