UNEOURO realiza 5ª edição Semana Acadêmica da instituição

Na última terça-feira (8), foi realizada na área de Convivência da Faculdade UNEOURO, a Cerimônia de Abertura da 5ª edição da Semana Acadêmica, tendo na sequência o palestrante Walmir Étori, que tratou com os acadêmicos presentes com o tema da noite “Inteligência Emocional para o mercado de trabalho”.

O evento se estendeu ainda pelos dias 9, 10 e 11, com uma programação que contemplou a temática da formação profissional universitária e apresentações que reforçaram este viés por meio da perspectiva de todos as graduações da instituição ouro-pretense.

Verônica Peres, Coordenadora Pedagógica da Faculdade UNEOURO, conta que a Semana Acadêmica é a primeira ação com viés científico e profissional para este ano. “A Faculdade UNEOURO prima por estimular a produção acadêmica de nosso alunos, e a melhor maneira de pavimentar este caminho é através da promoção de eventos que viabilizem este aspecto”, completa a Coordenadora da UNEOURO.

Aluno do Colégio UNEOURO conquista medalha na 1ª Copa Fênix

O Aluno do 5º ano do Colégio UNEOURO, Alexandre Peres Houklef, conquistou a medalha de bronze na 1ª Copa Fênix de Karatê, na modalidade Kumite, realizado em São Francisco do Guaporé, no último final de semana (22).

A competição foi realizada no Ginásio Municipal de Esportes de São Francisco do Guaporé, nos dias 21 e 22 de abril, com o objetivo de alcançar a integração dos atletas de todo o Estado e o Colégio UNEOURO tem logrado grande êxito nas competições de karatê com atletas obtendo grande desempenho em competições regionais e nacionais.

A Diretora do Colégio UNEOURO, Profª. Maria José, elogiou a participação de Alexandre e destacou o apoio dado pela instituição à prática esportiva. “Não existe melhor maneira de incluir e educar do que com a prática esportiva. O Colégio UNEOURO se orgulha muito da atuação dos nossos alunos em competições esportivas, e agora, mais um novo atleta do nosso colégio já começa a se sobressair. Parabéns ao Alexandre que além de atleta é um excelente aluno”, finalizou.

Hospital Master Dei e UNEOURO fecham parceria por especialização inédita em Rondônia

A Coordenação Pedagógica da Faculdade UNEOURO e a Equipe Diretiva do Hospital Master Dei, formalizaram na manhã desta terça-feira (24) um convênio de Cooperação Técnica para a realização do curso de especialização técnica em Instrumentação Cirúrgica.

Com aulas 100% práticas, realizadas na infraestrutura do Hospital Master Dei, a especialização é a primeira de Rondônia com 360h de aulas práticas em ambiente hospitalar e com previsão iniciarem turmas na primeira quinzena de maio.

Alois Andrade, Coordenador de Pós-graduação da Faculdade UNEOURO  agradeceu a disponibilidade do Hospital Master Dei em realizar mais uma parceria com a instituição de ensino. “A equipe médica do Master Dei sempre foi uma excelente parceira dos cursos de saúde da UNEOURO, e agora, juntos, mais uma vez iremos inovar com essa especialização que vem atender uma enorme carência em nosso estado com profissionais com essa habilitação”, explica.

O Coordenador da Faculdade UNEOURO avisou ainda que o curso é destinado a todos os profissionais de enfermagem. “Por ser um curso 100% prático, a Especialização em Instrumentação Cirúrgica é para técnicos e graduados em Enfermagem e as inscrições podem ser realizadas diretamente pelo site www.uneouro.edu.br, pelo 3461 4278 ou diretamente na UNEOURO”, arrematou Andrade.

UNEOURO realiza conscientização sobre o Bullying em Jaru

A Escola Menezio de Victor e Creche Elza Maria, em Jaru, receberam no último dia 17  um Projeto de Extensão dos alunos de Enfermagem da Faculdade UNEOURO que consistiu na realização de um ciclo de palestras de conscientização sobre o bullyng, ministradas paras crianças na Faixa Etária de 1 a 13 anos de idade.

Organizadas em dois horários, e com temáticas adaptadas às faixas etárias de 1 a 6 anos e dos 7 a 13 anos.

Professora e Coordenadora de Enfermagem da UNEOURO, Flaviane Liberato, ressaltou a importância de ações em prol da saúde emocional das crianças. “Muitos transtornos emocionais podem ser iniciados em experiências emocionais traumáticas durante a infância, e infelizmente o bullying é uma realidade que oprime e causa sofrimento em muitas crianças. E é também um caso de saúde, e nossos acadêmicos também podem e devem atuar neste sentido”, conclui Liberato.

Você está aqui: Início Notícias